quinta-feira, 12 de julho de 2012

Por favor, me expliquem essa aprovação

Estava assistindo na TV Record, uma matéria sobre transporte coletivo.
UM CAOS, em todo o Brasil, nada funciona. Ônibus velhos, sujos,
quebram em quase todas as viagens, sempre super lotados. No transporte
coletivo, o Brasil acabou.

Fiquei pensando na saúde, um caos total, faltam médicos, falta
remédio, o povo morre sem ser atendido. O Brasil na saúde acabou,
faliu.

 As notícias na educação são piores ainda, crianças chegam na oitava
série sem saber somar ou dividir, não conseguem interpretar um texto
de 3 linhas. Na educação o Brasil acabou, faliu.

Segurança não existe, assassinatos  se contam por mil, assaltos nas
ruas e nas residências, a cada passo que se dá, vem a sensação de que
seremos roubados, não se pode sair à noite, as drogas tomaram conta de
tudo, o traficante mata por não ter recebido R$ 5,00 reais. Na
segurança o Brasil faliu, acabou.

saio nas ruas e vejo pedintes em todos os lugares, crianças pedindo
nos sinaleiros, meninas se prostituindo por um prato de comida,
mendigos dormindo em qualquer marquise. Moralmente o Brasil acabou,
faliu.

E O Ex- Presidente LULA saiu com 76% de aprovação, a Presidente DILMA
tem 80% de aprovação, o Governador Alquimim tem mais de 60% de
aprovação.

 O povo estaria anestesiado?

Ou somos todos, um bando de  idiotas sem noção de nada?

Cada dia que passa, milhões de reais são roubados dos cofres públicos
em todos os governos desse país, e nós damos  de 60 a  80% de
aprovação?

Será que nosso povo gosta de corruptos, assassinos, ladrões, de saúde
que não funciona, de ser transportado como gado nos ônibus?

Se não for isso, me expliquem a aprovação desses desgovernos que já
duram mais de  10 anos.

Jonas Greb

advogado


-- 
H. J. Almeida





Divulgação:

http://cultura-calvinista.blogspot.com

http://metodologiadoestudo.blogspot.com

http://direitoreformacional.blogspot.com

http://biologiareformacional.blogspot.com  


VÍDEOS INTELIGENTES:

http://academiaemdebate.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário